Fiocruz oferece capacitação gratuita sobre o novo coronavirus

Oferecido na modalidade a distância, o curso é gratuito e aberto a todos os profissionais envolvidos na linha de frente do atendimento da Covid-19.
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Campus Virtual Fiocruz (CVF) está ofercendo um curso gratuito “Covid-19: manejo da infecção causada pelo novo coronavirus“.

As inscrições estão abertas e o curso já conta com mais de 40 mil inscritos.

Oferecido na modalidade a distância, o curso é gratuito e aberto a todos os profissionais envolvidos na linha de frente do atendimento da Covid-19.

Para se inscrever basta acessar o site do Campus Virtual Fiocruz.

“Atuamos sempre com o compromisso de salvar vidas e fortalecer o SUS, para que tenhamos a capacidade de enfrentar esse e outros desafios relacionados à saúde da população brasileira”, afirma a vice-presidente de Educação, Informação e Comunicação, Cristiani Vieira Machado.

O curso tem como objetivo capacitar os profissionais que trabalham na linha de frente e apresenta as melhores estratégias para conter e enfrentar a doença.

“Esse é um diferencial importante do curso, que é ser elaborado junto a pesquisadores e gestores diretamente envolvidos nas ações de vigilância e assistência e que estão considerando o atual cenário”, destaca a coordenadora-geral do curso e do Campus Virtual Fiocruz, Ana Furniel.

Conteúdo do curso

Formulado com uma linguagem simples e em formato dinâmico e interativo para facilitar o aprendizado, o conteúdo apresenta estratégias para conter a curva epidêmica da doença.

A capacitação é composta de três módulos independentes: um sobre conceitos básicos e dois sobre o manejo clínico da doença.

O CVF lançará mais dois módulos em breve: sobre a saúde indígena e sobre a saúde da população prisional.

Os três módulos que compõem a formação são independentes, permitindo que cada aluno escolha em que ordem deseja fazer o curso.

A capacitação é uma realização do Campus Virtual Fiocruz, vinculado à Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação (Vpeic/Fiocruz).

A iniciativa tem o apoio de diferentes unidades da Fundação: Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz); Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz); Gerência Regional de Brasília (Gereb/Fiocruz Brasília); e Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz).

O curso conta também com a parceria da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas/OMS).

Para se inscrever clique aqui


Saúde Mental e Atenção Psicossocial

Outra iniciativa importante da Fiocruz, com mais de 63 mil profissionais matriculados, é o pioneiro Curso Nacional de Saúde Mental e Atenção Psicossocial na Covid-19. O objetivo é oferecer suporte técnico-informativo aos profissionais de saúde e áreas afins que estejam trabalhando ou venham a trabalhar no atendimento em saúde mental e atenção psicossocial no âmbito da covid-19.

“O curso foi construído com base nos princípios do SUS, a fim de garantir o fortalecimento das ações no âmbito das políticas de saúde e com base nos protocolos internacionais”, afirma a diretora da Fiocruz Brasília, Fabiana Damásio. “São ações que visam garantir desde a informação qualificada à população até a atenção especializada, como pode ser o atendimento psicológico em si”, acrescenta.

Os interessados podem se inscrever até 15 de julho e os matriculados têm até 26 de agosto para concluir as atividades. “Os alunos podem acompanhar os conteúdos no horário mais conveniente para eles, tentando facilitar um pouco a vida de quem está na linha de frente, produzindo esse cuidado em saúde mental e atenção psicossocial”, destaca a coordenadora técnica do curso, Débora Noal, que há mais de uma década trabalha, estuda e pesquisa em desastres e epidemias de grandes proporções.

Conteúdo do curso

O curso tem como objetivo proporcionar subsídios para o entendimento global do cuidado em Saúde Mental e Atenção Psicossocial em situações de pandemia COVID-19, bem como oferecer ferramentas que auxiliem a compreender e a elaborar estratégias de planejamento, preparação e resposta para população em geral, pacientes infectados, familiares e trabalhadores da linha de frente.

Serão ofertados 16 (módulos) na modalidade de ensino a distância, com um encontro online semanal pelo Youtube, destacando alguns assuntos, como violência doméstica e familiar na COVID-19, recomendações para os consultórios na rua, COVID-19, população privada de liberdade e população indígena e pessoas migrantes, refugiadas, solicitantes de refúgio e apátridas.

Mais informações: Clique aqui

Deixe seu comentário:

redacao@sesonoticias.com.br

Sugestão de pauta

Assuntos Relacionados

Veja também

Siga nosso Telegram

Acompanhe notícias do Serviço Social de todo o Brasil.