Um ano dos ataques de 8 de janeiro de 2023

O afastamento de um governador, prisões de centenas de golpistas e uma caminhada para reafirmação do Estado Democrático de Direito. Essa foi a forma da democracia se mostrar firme e intocada, mesmo após tantas ameaças no dia anterior.

Em 9 de janeiro de 2023, um dia após um significativo ataque à democracia brasileira, as instituições do país responderam de maneira decisiva.


A reação incluiu o afastamento do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, por 90 dias, decretado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. A decisão foi baseada na omissão de Rocha e do então secretário de Segurança Pública, Anderson Torres, diante dos ataques às sedes dos Três Poderes.


O afastamento foi seguido por ações de desocupação do acampamento em frente ao Quartel General do Exército, de onde partiram os envolvidos nos ataques.

A Polícia do Exército e a Polícia Militar do Distrito Federal prenderam cerca de 1.200 pessoas que se recusaram a deixar o local, montado por apoiadores de Jair Bolsonaro que contestavam os resultados das eleições presidenciais.


O presidente Lula convocou uma reunião com governadores e vice-governadores, seguida por uma caminhada pela Praça dos Três Poderes até o Supremo Tribunal Federal. Ministros, autoridades federais, governadores e parlamentares participaram da caminhada, marcando o desmonte do núcleo golpista que estava presente na Esplanada no dia anterior.

Na noite do mesmo dia, a Câmara dos Deputados aprovou a intervenção federal na segurança pública do Distrito Federal, decretada por Lula no dia anterior. A intervenção foi confirmada pelo Senado em 10 de janeiro, com o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, sendo nomeado interventor.


Lula afirmou que os responsáveis pelos ataques seriam descobertos e punidos, encerrando o dia com a democracia reagindo contra aqueles que se autodenominavam patriotas, mas que haviam atacado a pátria.

Fonte: TV BrasilGov

Dia 8 de Janeiro de 2023: ataques em Brasília

Os ataques de 8 de janeiro de 2023 foram uma série de vandalismos, invasões e depredações do patrimônio público em Brasília cometidos por mais de uma centena de manifestantes que invadiram edifícios do governo federal com o objetivo de instigar um golpe militar contra o governo recém-eleito de Luiz Inácio Lula da Silva como presidente do Brasil.


Os manifestantes quebraram mobiliários, janelas e portas dos prédios públicos do executivo, legislativo e judiciário brasileiro.


Os ataques terminaram no final da tarde, com a prisão de centenas de manifestantes.


Os ataques de 8 de janeiro mostraram o crescente extremismo político no país e foram considerados como um golpe à democracia brasileira.

Fontes: Wikipedia, Agência Brasil

Deixe seu comentário

Gostou? Compartilhe!

redacao@sesonoticias.com.br

Sugestão de pauta

Bloco Publicidade

Veja também

Siga nosso Telegram

Acompanhe notícias do Serviço Social de todo o Brasil.